Inscrições abertas para especialização em Educação em Direitos Humanos

Exibindo Educação em direitos humanos-03.pngEstão abertas as inscrições para o curso de especialização em Educação em Direitos Humanos, com ênfase no ensino de História, Filosofia e Sociologia. Promovido pela Universidade Federal do Ceará (UFC), em convênio com a Secretaria de Educação de Sobral, o curso oferece 150 vagas para profissionais efetivos e temporários da rede pública de educação do Estado do Ceará.

O curso abordará questões de educação em direitos humanos no contexto escolar e o desenvolvimento de competências socioemocionais. “Queremos trabalhar as competências socioemocionais no contexto escolar para que nosso estudante saiba lidar com questões do cotidiano com protagonismo, empatia, curiosidade, otimismo, perseverança, autocontrole e respeito às diferenças, promovendo uma cultura de paz e solidariedade”, explica o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima.

INSCRIÇÕES
As inscrições e todo o curso e material são gratuitos. Os interessados deverão acessar o formulário online (https://goo.gl/FFbMgi) e anexar os seguintes documentos digitalizados: RG, CPF, diploma ou declaração de colação de grau, histórico escolar, comprovante de residência, declaração da instituição a qual está vinculado (anexo I do edital) e termo de compromisso (anexo II do edital).

O resultado da seleção será divulgado no dia 15 de julho, no blog da Secretaria da Educação de Sobral http://seducsobral.blogspot.com.br. O curso terá duração de 18 meses e será certificado pela Universidade Federal do Ceará, com aulas aos sábados, no campus da UFC em Sobral – Mucambinho.

Serviço:
Curso de Especialização em Educação em Direitos Humanos
Período de inscrições: até o dia 30/06/2017
Leia o edital aqui: https://goo.gl/WKB81K
Faça sua inscrição aqui: https://goo.gl/FFbMgi

SBT tira do ar o “Cine Belas Artes”

Resultado de imagem para Cine Belas ArtesQuem esperava chegar o sábado para assistir a um filme de noite no SBT vai se decepcionar com a notícia: o “Cine Belas Artes” sairá da grade de programação da emissora.

Há 16 anos no ar, a princípio o programa era um espaço para passar filmes mais alternativos, como “O Carteiro e o Poeta”, “As Pontes de Madison” e outros clássicos. Depois apelou para uma audiência mais fácil e começou a exibir os chamados blockbusters.

A emissora preferiu investir na compra dos direitos de seriados e no lugar passará “Arrow”, uma produção da Warner baseada no personagem Arqueiro Verde, da DC. Nos Estados Unidos, “Arrow” já está na quinta temporada.

A última exibição do “Cine Belas Artes” foi no último, sábado, 27 de maio, e o filme escolhido foi o suspense “P2 – Sem Saída”.

Fonte: Yahoo Vida e Estilo

Mestres da Cultura da Ceará: aprovado aumento de 60 para 80 mestres reconhecidos pelo Governo do Estado

O número de mestres da Cultura oficialmente reconhecidos pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, passará de 60 para 80. A ampliação, que representa uma importante conquista da política cultural e da valorização da cultura popular tradicional, foi assegurada através da aprovação, pela Assembleia Legislativa, de mensagem nesse sentido enviada à Casa pelo governador Camilo Santana.

Com a ampliação para 80 mestres da cultura oficialmente reconhecidos, o Governo do Estado cumpre uma das metas do Plano Estadual de Cultura, aprovado em 2016 pela Assembleia Legislativa e sancionado pelo governador Camilo Santana, incluindo diretrizes para a valorização da cultura popular tradicional. Os mestres são reconhecidos como difusores de tradições, da história e da identidade, atuando no repasse de seus saberes e experiências às novas gerações.

Selecionados pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secult, após apresentação de propostas pela sociedade civil, os mestres da cultura passam a contar com reconhecimento institucional e recebem um subsídio no valor de um salário mínimo mensal, como auxílio para a manutenção de suas atividades e para a transmissão de seus saberes e fazeres. O programa Mestres da Cultura se tornou um referencial do Ceará para o Brasil, recebendo, à época de sua criação, prêmio do Ministério da Cultura, pela qualidade e pelos efeitos da iniciativa.

Uma vez por ano, todos os mestres da cultura oficialmente reconhecidos se reúnem no Encontro Mestres do Mundo, promovido pela Secult. A edição mais recente do evento aconteceu em novembro de 2016, em Limoeiro do Norte, quando os mestres receberam, do reitor e do Conselho Superior da Universidade Estadual do Ceará (Uece) o título de notório saber em cultura popular.

Os mestres da cultura também tiveram papel de destaque na Bienal do Livro, realizada pela Secult em abril deste ano. Diariamente uma roda de mestres chamou atenção do público, reunindo de dois a três mestres para falar de suas experiências, trajetórias e saberes, em sintonia com o tema da Bienal, “Cada pessoa, um livro; o mundo, a biblioteca”.